Agricultura familiar continua se destacando

São cerca de 20 itens e meia tonelada por semana de produtos da agricultura familiar que saem do Quilombo São Miguel para a Merenda Escolar. Tudo é acompanhado pelos técnicos da prefeitura municipal através do Departamento Agropecuário e da Agraer,  o processo começa na escolha da semente  e preparo da terra até o armazenado e distribuição nas escolas e Cieis do município.

Com objetivo de melhor a qualidade e quantidade da produção e a vida de quem produz, fatores que já estão dando resultado segundo Laura Nunes de Souza, lote 7, disse que esse trabalho e acompanhamento tem ajudado e muito, acabou as perdas da produção, e que a parceria mantém eles no campo, e permiti que eles continuem na terra, com mais dignidade.

A maior mudança com relação á produção foi o que cada família vai produzir, quais produtos fazem parte do cardápio da merenda, qual  mês de produção, e quanto será entregue por semana. Com isso, diminui a produção errada, e acaba com as perdas, tudo é produzido de acordo com a quantidade que  será consumido.

Alziane Gonçalves Belmonte, proprietária do lote 4, disse que com a organização e padronização,  aumentou a produção, e a qualidade, e  a garantia da venda e certeza de recebimento  melhorou a vida  de toda a comunidade. E muitas famílias que a haviam deixado a terra voltaram para o Quilombo. “ Quanto mais produz, mais vende, aumenta a renda e melhora a vida”, disse Alziane.

Depois de embalado e carregado corretamente os produtos viajam cerca de 100 quilômetros onde são separados de acordo com o cardápio, e, encaminhados as escolas e cieis para  alimentar os mais de 5 mil alunos da rede pública de ensino.

Nas escolas as merendeiras transformam os produtos em alimentos, sempre seguindo o cardápio desenvolvido pela nutricionista.

A merenda escolar, além de ser saudável e de qualidade tem melhorado não só a qualidade de vida das crianças e adolescentes com também o desempenho escolar.

 A nutricionista responsável pela qualidade dos produtos e do cardápio para merenda escolar Priscila Gabriela Gasoto Aoki, disse que todo o acampamento  tem como objetivo a qualidade da merenda servida para as crianças. “ São elas o nosso foco, e isso está sendo feito, a qualidade da merenda melhorou muito, e vendo o resultado alçando sabemos que todo o trabalho valeu a pena “, disse Priscila.

Para o prefeito Maurílio Ferreira Azambuja  essa alternativa encontrada foi fundamental. “ Resolvemos uma situação difícil para todo o administrador que é manter o pequeno produtor na campo, com esse projeto, não só mantemos ele no campo mas damos dignidade as famílias, além disso temos uma merenda de qualidade as crianças , então é um projeto fantástico”, disse Maurílio.

Esse projeto desenvolvido em Maracaju rendeu ao município o prêmio estadual de Prefeito Empreendedor, Prêmio oferecido pelo SEBRAE, aos prefeitos que conseguiram mudar a realidade da comunidade através de projeto de integração. O projeto de Maracaju  concorre ao prêmio nacional.