Caminhada encerra atividades do mês da mulher

O encerramento das atividades relacionadas ao mês de março, mês da mulher teve  o encerramento  na manhã deste dia 31 de março, com atividades desenvolvidas e programadas pela Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres.

O encontro aconteceu na Praça Central e contou com a participação de dezenas de mulheres. A Primeira Dama Leila Gonçalves Azambuja e o prefeito Maurílio Ferreira Azambuja e secretários acompanharam toda programação.

Os convidados e as mulheres  saíram da Praça Central  em caminhada até o Centro Olímpico Osvaldo Benedito Rodrigues, onde aconteceu aula de zumba com o professor Dada, capoeira com Professor Egino do Grupo Muzenza, aferição de pressão, futebol feminino entre outras atividades.

O objetivo da caminhada segundo os organizadores neste dia D é para chamar a atenção da comunidade dos direito das mulheres  contra qualquer tipo de violência.

A Primeira Dama Leila Gonçalves Azambuja lembrou que durante o mês foram realizadas diversas  palestras, encontros e principalmente trabalho junto as escolas para orientar os jovens e adolescentes sobre  a violência contra a mulher que na maioria das vezes acontece em casa. “ Este mês é um reforço que fazemos, para sempre estar lembrando dos nossos direitos, mas estas ações são continuas, durante todo o ano, em todo os nossos projetos e departamento que envolve a mulher estamos sempre em campanha, e a cada dia que passa o resultado é sempre positivo e avançamos bastante e vamos avançar ainda mais”, disse Leila.

Prefeito Maurílio Ferreira Azambuja lembrou que a sua administração a mulher foi sempre valorizada, e que abriu espaço para os debates e criação de programas que viessem beneficiar as mulheres. “ E visível as a conquistas das mulheres em todos os campos profissionais, hoje elas estão ocupando seus espaços com competência e capacidade, e mais importante sem perder o charme e beleza da mulher, que continua sendo mãe e companheira, único ser capaz de dar a vida, e por isso devemos valorizar cada dia mais as mulheres “, disse Maurílio.