Palestra e aula teórica traz informação sobre hanseníase

 

Nos dias 15 e 16/07/2019 a secretaria de saúde de  Maracaju,  através dos Programas IST/AIDS, Educação Permanente e Vigilância Epidemiológica promoveu para os profissionais de saúde, enfermeiros ,médicos, bioquímicos e fisioterapeutas  da  rede municipal uma capacitação  sobre Hepatites, profilaxia pós exposição – PEP  e  um capitulo especial sobre hanseníase.  Essa capacitação faz parte do conjunto de atividades relativas ao julho amarelo, mês de combate e diagnostico às hepatites, onde também em todas as unidades  são realizadas palestras e intensificamos a oferta de testes rápidos.

O palestrante foi o infectologista  Dr Marcio  Gaggini ministrou as aulas, tirou duvidas e debateu com os profissionais  e  realizou a aula prática, examinando e avaliando os pacientes com suspeita de hanseníase. Segundo a avaliação dos participantes, foi muito proveitoso e importante, pois  esse médico tem muita experiência no assunto, e com isso veio a somar no conhecimento dos profissionais que participaram da capacitação..

A secretaria de saúde tem  investido sempre em capacitações, oficinas e campanhas,  o melhor atendimento aos nossos pacientes.

Em entrevista Dr Marcio disse que a doença como a hanseníase é uma preocupação e que a cada dia novos casos são diagnosticados. O Brasil hoje só perde para a Índia em números de pessoas com hanseníase, falou ainda que no Mato Grosso do Sul o número de portadores da doença também é grande. Lembrou ainda que é uma doença curável, mas que depende de um acompanhamento médico e pode levar meses para cura do paciente. Lembrou também do diagnóstico preciso   e eficiente por parte do profissional da área, e fundamental para o tratamento e cura da doença.