Todo lixo de Maracaju tem destinação correta, afirma Secretária

lixo-sec

 

Secretária de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente Renata Azambuja Silva Miranda foi a entrevista do programa Primeira Hora da Rádio Cidade FM 104,3, desta segunda feira (22), entre os assuntos abordados o principal foi a destinação dos materiais recicláveis e o sistema de transbordo.

 

Renata Miranda mencionou que há mais de 2 anos é realizado no município a coleta seletiva, no qual é destinada à Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Maracaju, “ mensalmente são coletados cerca de 9 toneladas de material reciclável, no qual realizamos o transporte e é comercializado pelos associados”. ela lembrou ainda que a associação passou a receber este ano vidros e lixos eletrônicos “desde que esteja devidamente separado, por exemplo se for identifica o vidro no lixo doméstico é realizada a destinação final. Ainda com relação ao material eletrônico a associação recebe, porém o cidadão deve levar direto na Associação”, lembrou.

 

Com relação ao lixo doméstico, no qual são coletados no município cerca de 50 toneladas por dia, a Prefeitura de Maracaju, devido ao não funcionamento do Aterro Sanitário, está realizando diariamente a destinação destes através do transbordo, onde o material é levado, coletado e destinado a cidade de Dourados, “ no local não fica nada de resíduo, nem mesmo chorume (também chamado por líquido percolado ou lixiviado, é o líquido poluente, de cor escura e odor nauseante, originado de processos biológicos, químicos e físicos da decomposição de resíduos orgânicos), além disto recebe ainda galhos e entulhos, desde que esteja devidamente separado e levado pelo cidadão”, finalizou.