Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Maracaju - MS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Maracaju - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Linkedin
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
07
07 OUT 2021
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Coordenadoria da Mulher e Secretaria Municipal de Saúde participam de lançamento do Protocolo Estadual de Atenção à Vítima de Violência
PROCESSANDO ÁUDIO
Evento do Governo do Estado contou com a presença da Coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres Jamaika do Carmo e Enfermeira Fernanda Pieri, representando a Secretaria de Saúde.
 
Maracaju esteve presente no lançamento do “Protocolo Estadual de Atenção à Vítima de Violência” – um documento que norteará o atendimento dos serviços de saúde nos 79 municípios sul-mato-grossenses.
 
O protocolo é para atendimento a todos os públicos, entende-se que as mulheres são a maioria das vítimas de violência, principalmente de violência sexual – e esse documento servirá para que os profissionais das unidades de saúde tenham um procedimento padrão nos atendimentos, que devem ser sempre ser humanizados e especializados, acolhendo a vítima – e não julgando ou questionando.
 
Segundo Jamaika do Carmo, Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres de Maracaju este protocolo é mais uma ação do Governo do Estado em prol as mulheres e lançado em uma ocasião mais que especial, afinal no Outubro Rosa, busca-se conscientizar as mulheres sobre o cuidado consigo mesma e na violência doméstica não é diferente.
 
Este protocolo padroniza o atendimento às mulheres vítimas de violência e na rede de saúde é o local onde ocorrem os primeiros atendimentos, Maracaju tem uma gestão séria e responsável, pensando nisso, busca-se treinar e capacitar o atendimento de nossa saúde de forma eficaz e capaz de identificar, atender e orientar a mulher vítima de violência, tudo de forma discreta, respeitando a vítima e buscando retirar ela do círculo de violência.” Explicou Jamaika do Carmo.
 
O evento realizado na sede da ASSOMASUL, destaca que esse primeiro atendimento, nas unidades de saúde, é fundamental para que as mulheres sejam informadas sobre o tratamento dos agravos resultantes da violência sexual (gravidez, doenças sexualmente transmissíveis, hepatite) e deve ser feito sem exigência de boletim de ocorrência ou outra exigência.
 
Nosso maior desafio é a prevenção e erradicação dos casos de violência contra mulheres e meninas – mas enquanto tivermos incidência de crimes e vítimas, nosso compromisso é oferecer um serviço público de qualidade para que se sintam verdadeiramente acolhidas e respeitadas e sintam que podem confiar no profissional e na rede de atendimento.” Afirmou Luciana Azambuja, Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres do Mato Grosso do Sul.
 
O evento transcorreu nesta terça 05-10 e quarta-feira 06-10 na capital do estado e agora já será repassado a equipe do município, visando sua aplicação na prática, identificando e orientando as mulheres vítimas de violência doméstica.
 
Autor: Tiago S. Rodrigues DRT 1785/MS - Assessor de Comunicação Responsável
Seta
Versão do Sistema: 3.1.6 - 03/11/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia