Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Maracaju - MS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Maracaju - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Linkedin
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
30
30 NOV 2021
SAÚDE
Prefeitura de Maracaju adere e participa da Campanha 16 Dias de Ativismo: Uma Campanha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres
PROCESSANDO ÁUDIO
Ação une Coordenadoria da Mulher, CRAS e CREAS orientando mulheres e trabalhando pelo fim da violência doméstica.
 
A Prefeitura de Maracaju através da Secretaria de Assistência Social aderiu a Campanha 16 dias de Ativismo: Uma Campanha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres e está realizando no período de 25 de Novembro a 10 de Dezembro diversas ações de orientação as mulheres do município.
 
Através da Coordenadora da Mulher, CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e CREAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social diversas ações estão sendo programadas, sendo que a primeira delas já ocorreu, através de uma visita técnica orientativa na Associação Força do Amor, onde ocorria uma oficina profissionalizante com mulheres da região.
 
Estivemos presentes já que a ação que estava sendo efetuada vai de encontro ao que necessitamos, por exemplo, um dos tipos de violência doméstica é a patrimonial que é aquela que o agressor mantém a mulher violentada sob o seu domínio com base na questão financeira, impedindo-a ou desmotivando-a sair do círculo da violência devido a isso, além claro dos demais outros tipos de violência que estamos buscando combater.” Destacou Jamaika do Carmo, Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres de Maracaju.
 
De acordo com Leiza Karen Barbosa, Coordenadora do CREAS de Maracaju o objetivo é dar publicidade nas informações a todas as mulheres e com isso, alcançar possíveis vítimas de violência doméstica, inclusive aquelas que nenhum familiar ou pessoa próxima tem conhecimento.
 
“Nosso objetivo é prestar informações e dar acolhimento as mulheres vítimas de violência, informando-as que Maracaju conta com uma extensa rede de acolhimento e apoio para que elas consigam sair do ambiente de violência e prospectar uma nova vida, através do apoio do município e se necessário dos órgãos de segurança pública, justamente, para possibilitar mais segurança e felicidade as mulheres e as pessoas próximas que verdadeiramente as amam.” Explicou Leiza Karen Barbosa.
 
Apadrinhadas pela Primeira-Dama Meire Calderan, participam da ação a Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres Jamaika do Carmo, Coordenadora do CREAS Leiza Karen Barbosa, Coordenadora  do CRAS Diana de Freitas, Coordenadora do Projeto Atitude Social Valquíria Beatriz Cruz e Coordenadora do Projeto Força do Amor Kariny Rios.
 
Sobre os 16 dias
 
A campanha dos “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres" é uma mobilização mundial que ocorre em mais de 160 países, sendo realizada no Brasil desde 2003. Em Mato Grosso do Sul, a Lei nº 4.784/2015, sancionada pelo Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em 16 de dezembro de 2015, instituiu o dia 25 de novembro como o “Dia Estadual de Mobilização pelo Fim da Violência contra a Mulher”.
 
Durante 16 dias serão realizadas ações com o objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de erradicar a violência contra a mulher e divulgar os mecanismos legais para coibir a violência de gênero, e também para avaliar os avanços e retrocessos nas políticas públicas, as ações de enfrentamento à violência e a eficácia da Lei Maria da Penha.
 
Ativismo – Os 16 Dias de Ativismo começaram em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma campanha com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. A data é uma homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como Las Mariposas, assassinadas em 1961 por integrarem a oposição ao regime do ditador Rafael Trujillo, na República Dominicana.
 
 
Autor: Tiago S. Rodrigues DRT 1785/MS - Assessor de Comunicação Responsável
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia