Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Maracaju - MS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Maracaju - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Rede Social Linkedin
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
28
28 FEV 2022
ADMINISTRAÇÃO
Prefeitura de Maracaju disponibiliza Comprovante de Rendimentos para o Imposto de Renda dos servidores públicos municipais
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
A Prefeitura de Maracaju através da Secretaria Municipal de Administração, vem a público informar os servidores municipais que o Comprovante de Rendimentos referente ao ano de 2021 já está disponível para download.
 
O documento é fundamental para a Declaração de Imposto de Renda que ocorrer no período de 07 de Março a 29 de Abril de 2022.
 
Para baixar o arquivo o servidor público deve acessar o site da Prefeitura www.maracaju.ms.gov.br, acessando o portal “Minha Folha” e efetuar o download.
 
Disponibilizamos ainda um canal para tirar dúvidas, prestar esclarecimentos e auxiliar no download, através do telefone (67) 9.8469-0771.” Afirmou André Hadlich, Secretário Municipal de Administração.
 
Sobre o IRPF 2022
 
A partir do dia 7 de março, cerca de 31,7 milhões de contribuintes em todo o país poderão enviar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano, referente ao ano-base de 2021. As regras para o serviço foram divulgadas na manhã da última quinta-feira (24/02) pela Receita Federal.
 
A declaração é obrigatória para as pessoas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 em 2021. Para atividade rural, a obrigatoriedade é para quem teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 no ano passado. Também devem fazer a declaração: os contribuintes com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, de mais de R$ 40 mil; aqueles com patrimônio de mais de R$ 300 mil e os que tiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores, incluindo os dependentes.
 
Independente da renda, a declaração é obrigatória ainda para quem passou a residir no Brasil no ano passado e para quem vendeu imóveis residenciais e comprou outro até 180 dias depois da venda.
 
Com informações do Site GOV/BR
 
 
Autor: Tiago S. Rodrigues DRT 1785/MS - Assessor de Comunicação Responsável
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia